Governo instala Comissão Estadual para impulsionar Desenvolvimento Sustentável do Maranhão

Na manhã desta segunda-feira (25), foi assinado, no Salão de Atos do Palácio dos Leões, o termo de posse dos membros da Comissão Estadual para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (CEODS), do Governo do Estado, que tem como desafio executar plano de ações integradas para garantir o cumprimento de metas globais de desenvolvimento sustentável no Maranhão.

Criada pelo governador Flávio Dino, por meio do Decreto Nº 33.115, de 14 de julho de 2017, a Comissão tem a finalidade de monitorar e avaliar o processo de implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, garantindo a uniformidade e integração das ações do Estado com as políticas desenvolvidas pelo governo com os indicadores e metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), além de elaborar uma agenda a longo prazo para continuidade das ações governamentais. O Maranhão é o primeiro estado brasileiro a criar uma comissão alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

A CEODS é vinculada à Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e dela participam também a Secretaria de Estado do Governo (Segov), a Secretaria de Estado da Saúde (Ses), a Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan), a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema), a Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária (Setres), a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e o Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc).

Para o secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular e também presidente da Comissão, Francisco Gonçalves da Conceição, a CEODS tem um papel fundamental na articulação de ações integradas para o desenvolvimento sustentável no Maranhão.

“Esta comissão incide no que eu chamo de ação de central do governo ao tornar uma agenda fundamental do Estado os objetivos de desenvolvimento sustentável, focado no enfrentamento das desigualdades sociais, disse Francisco Gonçalves.

A metodologia da CEODS conta com cinco fases de implementação e redes nacionais de apoio para o desenvolvimento sustentável no Maranhão para erradicação total da pobreza extrema, combater a desigualdade e a injustiça e conter as mudanças climáticas por meio de 169 metas de ação até o ano de 2030.

Integram a Comissão os seguintes representantes: Francisco Gonçalves da Conceição (presidente) e Bruno Ricardo Castro Lacerda (suplente), da Sedihpop; Antonio de Jesus Leitão Nunes (titular) e Cristiane Costa Fernandes (suplente), da Segov; Gloria de Maria Carvalho Duailibe (titular) e Jessica Silva Lima (suplente), da Ses; Cynthia Celina de Carvalho Mota e Lima (titular) e Roberto Santos Matos (suplente), da Seplan; Marcelo de Araújo Costa Coelho (titular) e Francisco José Pacheco de Carvalho (suplente), da Sema; Julião Amin Castro (titular) e Silvio Coelho Pinheiro (suplente), da Setres; Felipe Costa Camarão (titular) e Manoel Pedro Oliveira Castro Neto (suplente), da Seduc; Felipe Macedo de Holanda (titular) e Talita de Sousa Nascimento (suplente), do Imesc.

Agenda

A próxima reunião de trabalho da comissão acontece nesta quarta-feira (27), no Palácio dos Leões, com apresentação dos trabalhos da CEODS e a elaboração de estratégias de cooperação com a presença de técnicos do Governo e representantes do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).